PDA realizará curso sobre como evitar problemas trabalhistas em Parelhas

O Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA), parceria FIERN/CNI realizará o Curso “Como Evitar Problemas Trabalhistas?”, no âmbito do Projeto Associa Indústria, destinado a empresários do setor industrial, gestores de recursos humanos e outros profissionais de empresas industriais. O curso acontecerá dia 6 de julho (quinta-feira), das 8h30 às 17h30, no Auditório de Eventos do Central Shopping, localizado à Rua Bernardino Sena, 32 – Centro, Parelhas/RN, com intervalo para almoço, que será oferecido aos participantes no local do evento. Sserá ministrado pelo Consultor da CNI, André Luiz Dias de Araújo, advogado trabalhista e gestor de Recursos Humanos; especialista em Direito do Trabalho e Processo do Trabalho; diretor da Comissão de Direito Empresarial do Trabalho da OAB/SP, Subseção Jabaquara/Saúde; professor de Relações Trabalhistas e Sindicais na Faculdade Morumbi Sul/SP; sócio da Lex Trabalhista, escritório especializado em assessoria jurídica trabalhista. O curso é totalmente gratuito e as vagas são limitadas. As inscrições poderão ser feitas até o dia 05/07/2017, com a Gestora do PDA, Márcia Segundo, através do endereço eletrônico marciasegundo@fiern.org.br ou pelo telefone (84) 3204-6301.

CTGAS-ER mostra ações durante o 9º Fórum Nacional Eólico

Detalhando as ações desenvolvidas pelo Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis-CTGAS-ER (Consórcio SENAI/Petrobras), em especial no campo da Energia Eólica, a diretora Executiva, Cândida Amália Aragão, participou nessa quarta-feira, 28, como painelista, do 9º Fórum Nacional Eólico, realizado na Escola de Governo. Foi durante Sessão Plenária com o tema, Talentos, Ciência e Tecnologia e as iniciativas de formação profissional, capacitação técnica, pesquisa e inovação tecnológica no setor eólico nacional e regional. O evento, que é o principal ponto de encontro político-econômico entre governo e empreendedores no setor de energia eólica, foi aberto na terça-feira, 27, pelo governador Robinson Faria e contou com a presença do vice-presidente do Sistema FIERN, Pedro Terceiro; o secretário de Desenvolvimento Econômico, Flávio Azevedo; o presidente da Comissão de Energia Renovável da Federação das Indústrias, Sérgio Azevedo; o diretor de Operações do SENAI-RN, Emerson Batista; o presidente do Sindicato da Indústria de Instalação e Manutenção de Redes, Equipamentos e Sistemas de Telecomunicações do RN, Alberto Serejo; e a diretora Executiva do CTGAS-ER, Cândida Amália Aragão. Cândida Amália iniciou enfatizando a experiência e o modelo do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial/SENAI, na formação de mão de obra qualificada para a indústria, aplicada em todos os cursos do CTGAS-ER. Em seguida, relacionou as ações desenvolvidas pelo Centro, no campo da educação e pesquisa, com cursos e serviços prestados para a comunidade, focando em seguida no seguimento das energias renováveis, com destaque para a eólica. As parcerias com universidades, instituições de ensino e pesquisa, nacionais e internacionais e com as empresas, para a formação dos professores e especialistas, e a atenção dispensada na montagem dos cursos, com a instalação de um comitê, visando formar o técnico que a indústria precisa, também foram temas abordados pela executiva, a exemplo da constante atenção com a instalação e manutenção dos diversos laboratórios, especializados em energia renovável. Referência na educação profissional, o CTGAS-ER disponibiliza, há cinco anos, um curso de especialização técnica em energia eólica, estando com inscrições abertas para a 12ª turma. O curso foi relacionado durante a exposição, pela aceitação que vem obtendo por profissionais de diversos estados, inclusive alguns graduados e pós graduados, na área da engenharia. Cândida revelou que, no início, encontrou dificuldades para a colocação dos alunos no mercado de trabalho. Mas, tendo a vista a qualidade dos cursos oferecidos pelo centro, atualmente as empresas solicitam a indicação de técnicos, para a seleção e contratação de colaboradores. Ele se reportou ainda sobre o cuidado dispensado na formação também do cidadão, haja vista que o aluno tem a oportunidade de cursos transversais, agregando valores ao currículo. O Instituto Senai de Inovação-ISI/SENAI, em fase de implantação no Rio Grande do Norte, também foi citado, como mais uma instituição de ensino e pesquisa, a somar com o CTGAS-ER, disponibilizado pelo Serviço Nacional da Indústria e Sistema FIERN. A sessão foi coordenada por Olavo Bueno Oliveira, do Conselho Técnico-Científico do CERNE e contou com a participação de diversos especialistas: Ricardo Pinheiro, Efrain Pantaleon e Mário Gonzales, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte UFRN ; Ednardo Pereira, Universidade Federal do Semi-Árido UFERSA, Fernando Antunes, Universidade Federal do Ceará UFC, Alexandro Vladno Rocha, Instituto Federal do Rio Grande do Norte IFRN, Fabio Pereira, UNI-RN, Leonardo Tavares, SAS – Sistema Ari de Sá CE, Jerônimo Freire, Uninassa e Luciano Irineu de Castro, professor da Kellogg School of Management, (Estados Unidos). Esses painelistas discorreram sobre Linhas temáticas para energias renováveis e energia eólica, focando nos temas: Rede Brasileira de Pesquisa em Energia Eólica (RBPEE) • Departamentos, centros de excelência e linhas de pesquisa regionais • Interações com universidades e centros de excelência estrangeiros • Formação técnica: interiorização, especialização e trabalho em campo • Instituto Senai de Inovação em Energias Renováveis • Parque Tecnológico do Estado do Rio Grande do Norte • Perspectivas acadêmicas, científicas e profissionais no setor eólico • Universidades privadas no setor eólico • Pesquisador: como e em que inovar com tecnologia brasileira? • Estudante: o que esperar e o que almejar em relação ao setor eólico?

Abertas inscrições para curso sobre normas para exportação de alimentos e bebidas

O Centro Internacional de Negócios (CIN/FIERN) realizará o curso de Implantação de Normas Nacionais e Internacionais para Exportação de Alimentos e Bebidas, no dia 20 de junho, na Casa da Indústria, no auditório do 1º andar, com carga horária de 8 horas, das 8h30 às 17h30. O objetivo do curso é apresentar o ambiente normativo nacional e internacional que regula o setor de alimentos e bebidas. Além disso, visa capacitar os participantes sobre os requisitos sanitários e de rotulagem para exportação de alimentos e bebidas para os Estados Unidos e União Europeia. Será ministrado por Mariana Lenzi Nodari, engenheira de Alimentos, mestre em Ciência e Tecnologia de Alimentos, integrante da equipe do Instituto SENAI/SC de Tecnologia em Alimentos e Bebida como consultora especialista em segurança de alimentos, com implantação de normas nacionais e internacionais e de requisitos para exportação de alimentos e bebidas para os mercados norte-americano e europeu. Para mais informações, contatar o CIN/FIERN em (84) 3204-6309 ou 3204-6364. Inscrições online: http://mundosphinx.com.br/app/cni_v2/index.php?acesso=cap_alim-bebidas-normas

SESI Big Band e Waldonys lotam teatro Dix-huit Rosado na festa da resistência

A musicalidade e a irreverência provocaram a interatividade da plateia que lotou o Teatro Municipal Dix-huit Rosado, em Mossoró, na noite desta terça-feira, 13 de junho. A orquestra SESI Big Band convidou o sanfoneiro Waldonys para mais uma apresentação em conjunto. O evento foi comemorativo aos 90 anos da resistência de Mossoró ao bando de Lampião e foi inserido no calendário cultural do projeto Mossoró Cidade Junina, que movimenta a cidade neste mês de junho. A versatilidade da orquestra SESI Bing Band, viajou por vários estilos musicais, a partir do instrumental com jazz, mambo, MPB e o tradicional forró, que se ampliou com a chegada ao palco do sanfoneiro Waldonys, que por sua vez referenciou Luiz Gonzaga, Sivuca e Dominguinhos trio que “batizou” de Santíssima Trindade da música. A viagem foi mais além, com música que fizeram o público se emocionar, como De volta por meu aconchego, Gostoso demais, João e Maria, entre outras. E ao lado do maestro Eugênio Graça, que empunhou um Sax, a tradicional Brasileirinho. Para o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (FIERN), Amaro Sales, o espetáculo comemorativo à resistência do bando de Lampião a Mossoró, também pode ser visto como a resistência da própria classe industrial em atravessar esse momento difícil que o País atravessa. Por sua vez, a prefeita Rosalba Ciarlini elogiou a parceria com o Sistema FIERN, através do SESI e enfatizou que estava muito satisfeita em contribuir para proporcionar uma festa tão bonita. O gerente do SESI, Denilson Santana fez um balanço positivo da festa e lembrou que além de contar com a orquestra SESI Big Band, o SESI Mossoró tem estimulado a música através do projeto SESIArte. O maestro Eugênio Graça afirmou que sempre que a orquestra se apresenta em Mossoró é uma festa. E desta feita com a presença de Waldonys não poderia ter sido melhor. Desde sua formação em 2013, a SESI Big Band tem convidado para seus espetáculos artistas nacionais e locais como Ed Motta, Ivan Lins, Yamandú Costa, Roberta Sá, Leonardo Amuedo, Claudio Infante, Baby Mendes, entre muitos outros. A orquestra de Jazz é formada pelos instrutores e professores do projeto SESI ARTE do SESI-RN. Composta por seis saxofones, cinco trombones, quatro trompetes, tuba, contrabaixo, piano, guitarra, percussão e bateria.

FIERN participa de encontro do Conselho Nacional de Mediação e Arbitragem

A Câmara de Mediação de Mediação, Conciliação e Arbitragem/FIERN participou do IX Encontro Nacional do Conima (Conselho das Instituições de Mediação e Arbitragem), em Brasília. O Conima é uma entidade que tem como objetivo principal congregar e representar as entidades de mediação e arbitragem para assegurar a excelência da atuação, além do desenvolvimento e credibilidade dos Métodos Extrajudiciais de Solução de Controvérsias, observando as normas técnicas e a ética. A coordenadora da Câmara da Câmara de Mediação, Conciliação e Arbitragem da FIERN, Cynthia Cinara Carvalho, acompanhou as palestra e discussões do encontro entre os dias 31 de maio e 2 de junho. Um dos workshops foi sobre o Programa Brasileiro de Autorregulamentação de Boas Práticas em Arbitragem, Conciliação e Mediação (Parconima), que estabelece parâmetros técnicos para certificação voluntária das Instituições que atuam nesta áreas, tais como detalhamento do sistema de gestão requerendo documentos, pré-auditoria e auditoria de certificação. Neste período, ainda houve a reunião dos superintendentes regionais e da diretoria do Conima, durante a qual foram estabelecidas as novas metas e trabalhos a serem realizados pelo Conselho e as atribuições dos superintendentes no que concerne ao acompanhamento das Câmaras nos seus estados.

FIERN participa da entrega do “Prêmio BNB da Micro e Pequena Empresa”

O diretor 1º secretário do Sistema FIERN, Heyder Dantas, participou — nesta terça-feira, no restaurante Mangai — da entrega do III Prêmio Banco do Nordeste da Micro e Pequena Empresa. Trata-se de uma premiação do Banco em reconhecimento aos empreendimentos que se destacaram por melhoria da competitividade e ideias inovadoras. Foram entregues, no Estado, três troféus para clientes da instituição financeira nas categorias Comércio, Indústria e Serviços. Coube a Heyder Dantas entregar da placa ao vencedor na categoria indústria, que foi a Acqua Coco, de Maxaranguape. Heyder Dantas destacou, após a entrega, a importância de uma empresa do setor industrial conseguir evoluir ao priorizar a inovação, o que resulta em melhoria de produtividade e competitividade. “O Prêmio MPE é uma oportunidade de reconhecer as boas iniciativas que se tornaram referência em suas atividades, graças ao apoio creditício do Banco do Nordeste. É importantíssimo para o Banco constatar que sua atuação tem feito a diferença na vida das pessoas”, afirmou o superintendente de Negócios de Varejo e Agronegócio do Banco do Nordeste, Luiz Sérgio Machado. As micro e pequenas empresas selecionadas obedeceram a critérios como faturamento anual de até R$ 3,6 milhões, com pelo menos 12 meses de atividade; crédito do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) vigente; número de empregos gerados pelo empreendimento; evolução das receitas após os financiamentos; e práticas ambientais, de inovação e de gestão. O propósito da premiação é contribuir para ampliar a cobertura do FNE e incentivar as empresas a buscar crescimento e desenvolvimento no campo de desempenho econômico-financeiro, qualidade da gestão e iniciativas inovadoras. O Prêmio BNB da Micro e Pequena Empresa é concedido em cada estado do Nordeste e do Norte de Minas Gerais/Espírito Santo. No Rio Grande do Norte, os ganhadores foram a Comércio – Casa Pires Ferragens, de Carnaúba dos Dantas; a Acqua Coco,de Maxaranguape; e a Serviços – M4 Net, de Santa Cruz. Também participaram da solenidade de entrega das placas alusivas à premiação, no restaurante Mangai, o superintendente do Banco do Nordeste no Rio Grande do Norte, Frabrizzio Feitosa; o diretor de Operações do Sebrae no Estado, José Eduardo Viana; o presidente da Associação Comercial, Itamar Manso; e o presidenta da Associação dos Supermercados do RN, Geraldo Paiva.
O presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales de Araújo, e o comandante da Polícia Militar, Coronel André Azevedo, assinaram nesta segunda-feira, 05, na Casa da Indústria, convênio visando à elaboração de projetos para recuperação do Quartel da Polícia Militar. O prédio, construído na década de 1940, nunca passou por uma ampla reforma e apresenta hoje uma situação precária de funcionamento. Pelo convênio será feito um Relatório Técnico contemplando a solução de esgotamento sanitário, abastecimento predial, drenagem de águas pluviais e plano de gerenciamento de resíduos sólidos, e Projetos de arquitetura e lay out; Projetos técnicos de instalações hidrossanitárias; Projetos técnicos de drenagem de águas pluviais e Projetos técnicos de instalações de proteção e combate a incêndio, entre outros. Participaram da assinatura do convênio oficiais das unidades da Polícia Militar de Natal e gestores da FIERN, SESI, SENAI e IEL. O Coronel André Azevedo agradeceu o apoio da Federação das Indústrias e destacou o simbolismo da ação por tratar-se de um prédio histórico para a Polícia Militar do Rio Grande do Norte. A idéia é que os projetos técnicos viabilizem a alocação de recursos junto ao próprio Governo do Estado, seja através de projetos como o RN Sustentável, seja junto a outros órgãos governamentais. O presidente Amaro Sales disse que a iniciativa privada não pode deixar de oferecer sua contribuição à sociedade. “Cada cidadão tem o dever de dar sua contribuição”, disse o industrial. Para ele, a questão da violência, por exemplo, não é uma questão apenas do governo do estado e todos devem ajudar a superar a grave situação porque passa o estado nessa área.