Publicidade


Iniciativa Hospital Amigo da Criança reúne profissionais de sete estados



Começou nesta segunda-feira (26), continuando até a próxima sexta-feira (30), a oficina de aprimoramento para avaliadores da Iniciativa Hospital Amigo da Criança que está reunindo, no Hotel Praiamar, em Ponta Negra, profissionais de sete estados. O evento promovido pelo Ministério da Saúde, em parceria com a Coordenação-Geral de Saúde da Criança e Aleitamento Materno da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), está reunindo cerca de 50 pessoas oriundas dos estados do Piauí, Ceará, Rio Grande do Sul, Paraíba, Distrito Federal, Paraná, Goiás e Rio Grande do Norte.
“Além de promover uma atualização para os profissionais acerca da Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC), o evento busca fortalecer a implementação dessa estratégia na perspectiva das Redes de Atenção à Saúde, principalmente da Rede Cegonha, no nosso estado”, destaca Evanúzia Dantas, coordenadora do Aleitamento Materno da Sesap.
A Iniciativa Hospital Amigo da Criança tem como objetivo diminuir a morbimortalidade infantil por meio do estímulo à prática da amamentação. “Para isso realiza, periodicamente, mobilizações e capacitações junto aos profissionais de saúde para que mudem suas rotinas e condutas que possam de alguma forma prejudicar a amamentação e determinar um desmame precoce. Iremos junto aos profissionais que supervisionam essa estratégia nos serviços, rever práticas e estudar como estão sendo aplicados os processos de revitalização da IHAC nos hospitais”, justifica Neide Cruz, responsável pela área técnica da Saúde da Criança e Manejo do Aleitamento Materno do Ministério da Saúde (MS).
O secretário da Sesap, Luiz Roberto Fonseca, ressaltou o empenho da equipe técnica que atua na Saúde da Criança e Aleitamento Materno para expandir essa estratégia nos hospitais do estado. “Através de um esforço unificado, a equipe consegue fortalecer a Rede Cegonha no RN, onde Já temos projetos concluídos para seis das oito Regiões de Saúde, além de importantes parcerias em prol do aleitamento materno a exemplo do Corpo de Bombeiros. Elas conseguem implantar e fortalecer práticas de cuidado à mulher e ao bebê de forma mais humanizada fazendo toda uma diferença”, enfatizou.  
Os participantes discutem a Política de Atenção Integral de Saúde da Criança e Aleitamento Materno, IHAC, dez passos para o aleitamento, os instrumentos de avaliação dos critérios da IHAC, humanização do parto e nascimento e ferramentas de entrevistas e análises. No dia 29, próxima quinta-feira, os participantes irão se dividir em grupos e visitar as maternidades da região: Maternidade Divino Amor em Parnamirim e o Hospital Santa Catarina, a Maternidade das Quintas, a Maternidade Januário Cicco e a Maternidade e Unidade Mista Felipe Camarão, todas em Natal. No dia 30, eles retornam ao hotel onde realizam a avaliação da Oficina.