Publicidade


Câmara discute problemas que atingem a Liga Mossoroense de Combate ao Câncer nesta quinta

Os problemas que atingem o serviço de oncologia em Mossoró, como a suspensão das cirurgias oncológicas pelo SUS será o tema da audiência pública desta quinta-feira (23) na Câmara Municipal de Mossoró. 
A audiência é fruto de proposição do vereador Vingt-Un Rosado Neto. Ele justifica a iniciativa enumerando alguns dos problemas que atingem os pacientes de câncer no município, em especial, no que se refere às cirurgias oncológicas. Segundo o vereador, em 2015, Mossoró não realizou nenhuma cirurgia oncológica pelo SUS. 
A sessão tem início às 9 horas, no plenário da Câmara e é aberta à participação popular. O presidente da Casa, vereador Francisco Carlos lembra que toda a população mossoroense está sendo convidada a participar da discussão e dar a sua colaboração. "É muito importante a participação de todos nessa discussão. Neste mês em que tanto se fala em combate ao câncer, a Câmara, através do vereador Vingt-Un Neto propõe a discussão envolvendo as condições de tratamento desta doença. Esse tema é pertinente não apenas a Câmara, mas também a Prefeitura, ao Governo do Estado, à Assembleia Legislativa, e aos mais diversos segmentos da sociedade", argumentou Francisco Carlos. 
Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Prefeitura de Mossoró, Poder Judiciário, Ministério Público, Centro de Oncologia e Hematologia de Mossoró, Liga Mossoroense de Combate ao Câncer, Associação de Apoio aos Pacientes com Câncer de Mossoró e Região, UERN, UFERSA, IFRN, UnP, Mater Christi, OAB, CDL, ACIM, Sindvarejo e demais entidades engajadas nesta causa estão sendo convidadas a participar da discussão, bem como pacientes, familiares e a população em geral. 


Vereador Genilson Alves defende assistência oftalmológica e Samu motorizado
Dois temas ligados a saúde pública foram levantados pelo vereador Genilson Alves durante a sessão ordinária desta quarta-feira na Câmara Municipal de Mossoró. Sua preocupação maior começa com o fato de Mossoró haver diminuído os procedimentos cirúrgicos de oftalmologia. “Particularmente nos referimos a cirurgia de catarata, que é uma doença grave que pode tomar rumo irreversível se não for cuidado em tempo certo”, destacou. 
PROJETO – Outro tema diz respeito ao projeto apresentado por ele que será levado a plenário para apreciação dos demais vereadores, que é a criação do Samu Motorizado em Mossoró. Explicou o vereador Genilson Alves que esse benefício já existe em outras cidades e Mossoró, com mais de 300 mil habitantes, já comporta esta melhoria. Entende o vereador que a assistência médica motorizada terá melhor condições de deslocamento no trânsito e, com isso, assistência mais rápida aos que necessitam.