Publicidade


Exportações de 2016 foram 10,5% menores que as de 2015

Levantamento feito pelo Centro Internacional de Negócios da FIERN, revela que as exportações do Rio Grande do Norte de dezembro foram 72,7% maiores que as de novembro e 64,4% maiores que as de dezembro de 2015. Os produtos mais exportados no mês foram melões, melancias, sal, tecidos de algodão e granitos, respectivamente.
O grande salto nas exportações de melões em dezembro foi o principal responsável pelo alto percentual atingido em comparação com os meses citados.

No acumulado de 2016, as exportações totais foram 10,5% menores que em 2015, quando houve grande valor exportado de fuel oil. Excluindo-se o valor desse produto da base de cálculo de 2015, chega-se a um aumento de 12,9% no total dos demais produtos exportados.
Melões, tecidos de algodão, sal, castanhas de caju e peixes foram os produtos que tiveram os maiores valores exportados, respectivamente. Desses, as castanhas de caju obtiveram o maior crescimento em relação a 2015.
Pode-se destacar ainda as melancias, segunda fruta mais exportada, granitos com 68,8% de aumento e alimentos para cães e gatos que, de produto relativamente recente, já atinge valor considerável.

Na balança comercial, as importações de 2016 ficaram 25% menores, a corrente de comércio 17% menor que em 2015 e o saldo resultante positivo de US$ 100 milhões.