Publicidade


Salineiros e classe política do RN se reúnem nesta quarta com o Temer, em Brasília


Os interesses da indústria salineira e sociais correlatos,  no RN e no país,  estarão em discussão em Brasília/DF, nesta quarta feira, 27 de setembro às 11:30h, com a audiência dos salinicultores que serão recebidos pelo Presidente da República, Michel Temer. 

A solicitação dessa audiência foi tratada pelo Representante dos salineiros, Renato Fernandes, Presidente do SIMORSAL - Sindicato da Indústria de Moagem e Refino de Sal do Estado do Rio Grande do Norte, há 25 dias, com o Presidente do Partido Social Cristão-PSC, Pastor Everaldo Pereira e com o Deputado André Moura (líder do Governo Temer) também do PSC. 

Nessa conversa serão aclarados os principais problemas porque passa a cadeia produtiva do sal no país. Com desta que mais de 95% do sal consumido no Brasil sai do litoral do Rio Grande do Norte, que apesar da abundância, enfrenta séria crime no mercado, carecendo o setor receber alguns incentivos para voltar a crescer, gerar emprego e renda.

No encontro será  tratado com o Presidente Michel Temer, o que foi discutido na audiência com o Governador Robinson Faria no SESI, em Mossoró no dia 17 de julho, e a da Câmara Municipal de Grossos há três semanas, ou seja, a edição de um Decreto Federal tornando a Indústria Salineira de Interesse Social. 

A indústria leva como justificativa para tão importante reconhecimento desse pedido, além do fato de ser o sal produto de segurança Nacional, visto que é insumo básico da Indústria Química, também, o papel do sal na saúde pública brasileira, por sua atuação no corpo humano, pois é o sal o principal veículo de infusão do iodo na dieta dos brasileiros, evitando-se, com isso, uma dezena de doenças, como disfunções de tireoide, hipofisária, raquitismo, cretinismo, surdo mudez, parto pre maturo, bócio, que acometem os brasileiros na ausência do iodo.

Com esse reconhecimento, passa o sal a ter segurança jurídica, visto que hoje se encontra num limbo sem uma legislação específica, (nem no Código Florestal e nem nas leis minerais)  e, estando nesse estado, perde as benesses, da legislação que tem uma outra abordagem no que concerne às Áreas de Preservação Permanente.

Para esse evento conta com as presenças do Governador, da Prefeita de Mossoró, além de todos os Prefeitos das cidades que produzem sal, da bancada federal do Estado, Deputados e Senadores, ex Deputada Sandra Rosado, Assembléia Legislativa através dos Deputados Souza e Larissa Rosado, Vereadora Clorisa Linhares de Grossos, Presidente da Câmara de Vereadores de Mossoró, Isabel Montenegro, além dos representantes da própria cadeia do sal: Renato Fernandes (SIMORSAL), Airton Torres (SIESAL) Tasso Rosado (SOCEL), Francisco Ferreira Souto (SIESAL), Herbert Vieira (CIMSAL), Seyssa Praxedes (REFIMOSAL), Carlos Frederico (NORSAL), Eduardo Medeiros (SALINA SÃO CAMILO), Fernando Rosado (UNISAL), Mandarino(SALINOR), Luiz Sézio (SINDSAL/RJ) entre outros que acompanham.

Mossoró Hoje
Foto: Reprodução